10 anos

10 anos

Confira as letras das 5 músicas do EP "Principios, Meios e Fins" da Sandy!


Aquela do 30  (Sandy - EP "Principios, Meios e Fins")

Hoje já é quinta-feira
E eu já tenho quase 30
Acabou a brincadeira
E aumentou em mim a pressa
De ser tudo que eu queria e ter
Mais tempo pra me exercer

Tenho sonhos adolescentes
Mas as costas doem
Sou jovem pra ser velha
E velha pra ser jovem
Tenho discos de 87, e de 2009
Sou jovem pra ser velha
E velha pra ser jovem

Hoje já é quinta-feira
E há pouco eu tinha quase 20
Tantos planos eu fazia
E eu achava que em 10 anos
Viveria uma vida
E não me faltaria tanto pra ver

Tenho sonhos adolescentes
Mas as costas doem
Sou jovem pra ser velha
E velha pra ser jovem
Tenho discos de 87, e de 2009
Sou jovem pra ser velha
E velha pra ser jovem

Tempo falta
E me faz tanta falta
Preciso de um tempo maior
Que a vida que eu não tenho toda pela frente
E do tamanho do que a alma sente

Tenho sonhos adolescentes
Mas as costas doem
Sou jovem pra ser velha
E velha pra ser jovem
Tenho discos de 87, e de 2009
Sou jovem pra ser velha
E velha pra ser jovem

Tenho sonhos adolescentes
Mas as costas doem
Sou jovem pra ser velha
E velha pra ser jovem
Dou valor ao que a alma sente
Mas já curti Bon Jovi
Sou jovem pra ser velha
E velha pra ser jovem

Já é quase meia-noite
Quase sexta-feira
E me falta tanto ainda


Segredo  (Sandy - EP "Principios, Meios e Fins")


Hoje eu acordei com vontade de te ver
Já faz tanto tempo que até assusta
Me assusta não saber, Nada de você
E não ter com quem falar de mim.



Eu mudei o meu cabelo
Me tatuei, troquei de carro e de amor
Tenho alguns bons amigos,E ainda me sinto tão só.



Contam segredos como aqueles que nós, vivemos juntos.
Esquece o enredo diz que ainda tem lugar pra nós.



Hj eu acordei com vontade de te ver
Já faz tanto tempo e eu ainda me lembro.
Me lembro do teu corpo e cada canto teu
Há mais do que eu sei tão vivo em mim



Me mudei troquei de emprego
Conheci outros lugares e cores.
Já não sou mais tao menina e ainda me sinto tão só.



Contam segredos como aqueles que nós vivemos juntos,
Esquece o enredo diz que ainda tem lugar pra nós.



Contam segredo como aqueles que nos vivemos juntos,
Esquece o enredo diz que ainda tem lugar pra nós.
Diz que ainda tem lugar pra nós
Diz que ainda tem lugar pra nós...


Olhos Meus - (Sandy - EP "Principios, Meios e Fins")

Olhos meus, Olhem em volta.
Me vejam, Me mostrem.
Olhos meus, abram-se ao belo.
Percebam o brilho do sol.
.
Da cor do céu
Da flor no chão

Olhos meus, Olhem em volta.
Me vejam, Me mostrem.
Olhos meus, fujam do escuro.
Se ascendam se façam brilhar.

Nos dias frios e sem luar
Sequem-se as lágrimas
Sequem-se as magoas
Minha alma agora quer sorrir.

Cessem as dores e feridas de amores,
e feridas de amores,
Minha alma agora quer sorrir.

Nos dias frios e sem luar...


Escolho Você (Sandy - EP "Principios, Meios e Fins")

A vida é curta mas os sonhos não são.
Eu rio do passado, espero o futuro com a faca na mão.
Defino cada passo que dou, minhas escolhas revelam o que eu sou.

E eu escolho você com todos os seus defeitos, e esse jeito torto de ser.
E eu escolho você destino imperfeito, todo carne, osso e confusão.

Quem vive de princípios não tem meios nem fins.
Eu quebro as minhas leis pois só assim elas pertecem a mim.
E eu que sempre que fui da turma do talvez, me joguei de paraquedas no sim.

E eu escolho você com todos os seus defeitos, e esse jeito torto de ser.
E eu escolho você destino imperfeito, todo carne, osso e confusão.

Não, tem, porque tentar justificar se foi meu coração que decidiu por mim.
Mas se a escolha fosse minha, eu escolheria você mesmo assim!

E eu escolho você com todos os seus defeitos, e esse jeito torto de ser
E eu escolho você destino imperfeito, todo carne osso, pele, boca e coração.

E eu escolho você com todos os seus defeitos, e esse jeito torto de ser
E eu escolho você destino imperfeito, todo carne osso, pele, boca e coração.


Saudade - (Sandy - EP "Principios, Meios e Fins")

Oi, Quem é você pra vir chegando assim
Tomando espaço sem me perguntar
Já te conheço de algum lugar
Tua voz ecoa como um som sem fim
Daquela viagem
Começo agora a me lembrar
Enquanto eu via
O que eu tinha que deixar
Você tocou o meu ombro e se apresentou

É, Você chegou da outra vez assim
Incomodando ate eu me lembrar
Que aquela flor que sabe me alegrar
Não pode estar agora em meu jardim

Ah saudade você sempre chega
Quando eu já te esqueci
Ah saudade em breve eu retornarei
E você vai sumir
Ah saudade
Sim, eu te reconheci

2 comments:

  1. Em "Eu escolho você" ao invés de 'E eu que sempre que fui da turma do talvez, me joguei de paraquedas no sim.' é 'E eu que sempre que fui da turma do talvez, me joguei sem paraquedas no sim.'


    Obrigado por postar as letras! :D

    ReplyDelete
    Replies
    1. A última estrofe da música também está incorreta. É aquela que fiz "confusão" e não "coração".

      Delete