10 anos

10 anos

[EGO] Sandy fala a jornal de aposentadoria, carreira e que tem 'atração pelo feio'

Sandy e Antônio Fagundes (Foto: Divulgação)

Em entrevista ao jornal "Folha de S. Paulo" nos bastidores de gravação do filme "Quando Eu Era Vivo", Sandy falou  que não será a mesma depois de viver Bruna, uma personagem densa que a fez mergulhar em um mundo de frustrações. "Inclusive as minhas", diz ela.
"Quando chego em casa, meu marido e minha mãe falam que tem alguma coisa diferente. Que eu estava me esforçando para ser carinhosa, mas estava distante. Entrei em contato com um lado meu que ninguém conhece. Tenho uma atraçãozinha pelo que é dramático, pelo que é feio, é horroroso, é absurdo. Pelo que ninguém quer mostrar".
A cantora e atriz nega que fará cenas de nudez no filme, dirigido por Marco Dutra. "Falaram que eu era uma estudante sensual e, depois, que eu tinha cenas quentíssimas. Não sabia que tinha assinado uma cláusula dizendo que ia fazer cenas nuas!", ironiza. Ela vai contracenar com Antônio Fagundes.
Sobre a experiência de ser dirigida, Sandy pondera.  "Não estou acostumada. Tenho as rédeas, decido tudo. Aqui é perda de controle, mas relaxo. É libertador, de certa maneira".
Para encarar uma das cenas, ela precisou se medicar. Enquanto corre na esteira, Bruna come um brigadeiro oferecido pelo protagonista --interpretado por Marat Descartes, que usa peruca sobre a calvície e passa parte do filme de cueca samba-canção. Intolerante a lactose, Sandy toma "um remedinho" quando precisa (ou deseja) comer derivados de leite.
"Vou fazer 30 anos [em janeiro]. Sei que sou jovem, mas tenho 22 anos de carreira. E já vivi de tudo, já experimentei de tudo. Já trabalhei com a gravadora pressionando, com aquela responsabilidade em relação ao público. Já vendi muito. Daqui para frente acho que me sinto muito livre. E esse filme faz parte dessa fase. De balzaquiana quase aposentada".
Quando percebe o que acabou de falar, explica: "Não é que estou quase aposentada. Me sinto como uma pessoa que já tem muito tempo no trabalho, que tem liberdade para ser o que é. É isso, entendeu?".
Até o fim do ano, a Sandy cantora lança um EP (álbum com menos faixas do que um CD tradicional). Já gravou o primeiro clipe do novo trabalho: "Aquela dos 30".

No comments