10 anos

10 anos

'É natural que a gente faça algo juntos', diz Sandy sobre retorno com Junior

Sndy faz show em São Paulo | Foto: Caio Duran / Ag. News

No início da noite desta terça-feira, (16) Sandy parou o Shopping Metrô Boulevard Tatuapé, em São Paulo. A cantora foi a atração do Tatuapé Cultural em parceria com a rádio Alpha FM e apresentou um showcase com sucessos do primeiro álbum de sua carreira solo, "Manuscrito", e algumas canções do novo trabalho, "Sim", com lançamento previsto para maio.
Antes de dar início ao show, Sandy atendeu a imprensa e não deixou de ser questionada sobre a possibilidade de um reencontro no palco ao lado do irmão Junior Lima , que há cinco anos ambos encerraram a dupla "Sandy & Junior", com 17 anos de carreira. “Voltar não está nos nossos planos. Mas lógico que não dá para dizer nunca, ele é meu irmão e é natural que uma hora ou outra agente faça alguma coisa juntos”, disse a irmã mais velha.
Além de cantar, Sandy também compõe algumas das canções que interpreta e ainda escreve poesias. Recentemente a artista viu um de seus poemas sendo transformado em música. A obra estará no filme "Quando Eu Era Vivo" em que a cantora fará parte do elenco. “É meio inusitado porque normalmente eu faço a música. O Marco Dutra, diretor do filme acabou musicando um poema meu que ele viu, achou que tinha a ver com o filme e musicou. Achei que teve tudo a ver também”, disse a filha do sertanejo Xororó , da dupla Chitãozinho & Xororó, que ainda não nomeou a canção.
No longa Sandy irá contracenar ao lado de Antônio Fagundes e Marat Descartes . “Ela é inquilina do personagem do Fagundes e o filho dele que é interpretado pelo Marat volta para casa depois de ter se separado da esposa e fracassado na vida e começa a dividir o espaço com essa estudante de música. E daí começa o desenrolar da história", contou a atriz que apesar da relação intensa que terá com a dupla, Bruna não irá se envolver amorosamente nem com o pai, nem com o filho na ficção. Cenas de beijo na boca Sandy preferiu não entrar em detalhes mas deu a entender que haverá. “Com eles (Fagundes e Descartes) não. Ela terá um namoradinho", disse. "Qual é a graça de saber? Isso é o de menos. Isso não é importante no filme", encerrou.
Se pela arte Sandy topou colocar aplique para alongar os cabelos para dar vida a personagem , na vida real Sandy contou que uma das mudanças ao fazer 30 anos foi deixar o cabelo crescer. “O cabelo eu deixo ele ter vida própria. Eu vou mudando conforme vai dando na telha, literalmente e agora resolvi deixar crescer um pouquinho. Enjoei dele curto. Faz parte talvez da fase atual”, disse.
As informações são de Carol Martins, do IG

No comments