10 anos

10 anos

[CARAS] Sandy se recusa a falar de beijo no cinema: 'Isso é o de menos!'

Intérprete de uma estudante de música no filme 'Quando Eu Era Vivo', Sandy descarta envolvimento amoroso com os personagens de Antonio Fagundes e Marat Descartes e, apesar de ter um namorado no longa, evita falar de beijo técnico


Foto: Sandy / Crédito: Caio Duran / AgNews

A cantora Sandy (30) poderá ser vista nas telonas a partir de junho, quando acontece o lançamento do filme Quando Eu Era Vivo. Na produção, ela interpreta uma estudante de música e contracena com os atores Antonio Fagundes (64) e Marat Descartes (37).
“Meu personagem é uma estudante de música. Ela é inquilina do personagem do Fagundes e o filho dele, que é interpretado pelo Marat Decartes, volta pra casa, meio fracassado, depois de ter se divorciado da esposa e saído do emprego. Então, ele começa a dividir o espaço comigo, com a estudante de música e começa a se desenrolar a história”, contou a artista sobre a produção que resulta da adaptação do livro A Arte de Produzir Efeito Sem Causa, de Lourenço Mutarelli (49).
Sempre reservada, Sandy relutou em falar sobre a vida amorosa de seu papel. “Não me envolvo com eles [Fagundes e Descartes], mas tenho um par romântico, tenho um namoradinho na história”, disparou ela, que não quis comentar se beijou ou não em cena. “Qual é a graça de saber? Isso é o de menos!”.
Após viver uma fase de fios curtíssimos, a cantora, que precisou colocar aplique para gravar o filme, agora encara um período de renovação do look. “Deixo ele ter vida própria, vou mudando conforme dá na telha, e agora resolvi deixar ele crescer um pouco porque enjoei dele curtinho. Toda hora eu mudo um pouco conforme vou enjoando”, finalizou.
Confira as declarações de Sandy sobre o filme Quando Eu Era Vivo:

No comments