10 anos

10 anos

Sandy retorna a Florianópolis com a turnê "Meu canto", neste domingo


Atendendo a pedidos, Sandy volta a emocionar seu fiel público com a belíssima turnê “Meu Canto”, resultado do DVD homônimo gravado em Niterói e que coroa o melhor momento de sua carreira solo. Com shows esgotados durante a turnê em 2016 e neste início de 2017, passando por Recife, João Pessoa, Natal, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo, a cantora se apresenta em Florianópolis, no Centro de Cultura e Eventos UFSC, neste domingo, a partir das 21h.  
Não se passou nem um ano da última visita da cantora à cidade, e ela já está retornando. Antes disso, ela só havia se apresentado na Capital com dupla do irmão Junior Lima, parceria que encerrou há dez anos. Quem foi no ano passado, não se arrependeu. Foi um show cheio de emoção para as fãs da infância e adolescência da cantora, em que o público entoou do início ao fim todas as músicas. Segundo a própria Sandy, do show de novembro de 2016 mudou apenas duas músicas e o figurino. 
"Meu Canto" revista um pouco de "Manuscrito", com músicas, como “Pés Cansados” e “Quem Sou Eu”, “Sim”, com “Aquela dos 30” e até mesmo "Sandy & Junior", com “Nada é Por Acaso” e “Desperdiçou” (no passado rolou também uma palhinha de “Turu turu”). No bem elaborado set list do show e acompanhada por uma banda afinadíssima, Sandy também presenteia os fãs com releituras de clássicos como “Luciana”, “All Star” e inéditas como “Salto”, “Colidiu”, “Me Espera” e “Respirar”, lançada há dois meses e com mais de 1,6 milhões de visualizações no Youtube.
Confira a entrevista com a Sandy feita por telefone 
ND - Eu fui ao show do ano passado, e era nítido o carinho do público em te ver depois de tanto tempo e acho que você também conseguiu passar isso muito bem para nós. Como está sendo esse momento de divulgação do EP?
Sandy – Que bom, eu realmente estava muito feliz com o carinho de Florianópolis. As pessoas ai são muito educadas e ao mesmo tempo saudosas. Esse é o segundo ano da turnê, porquê tem alguns lugares para passar ainda, e acabou que a produtora convidou novamente. É tão lindo ver que o público faz como no DVD, sem ter que pedir eles levam rosas, acendem os celulares. Por onde eu tenho passado tenho recebido homenagens do público. Está sendo incrível. 

ND - Você tem parcerias bem recentes com Tiago Iorc, Luan Santana e Paula Fernandes. Esse movimento de parcerias musicais tem sido bem frequente atualmente. Como você enxerga isso?
Sandy - Eu acho lindo, porque enriquece a música. As misturas são muito bem-vindas e quando tem mistura de gênero musical fica mais interessante, mais rico. Eu já fiz vários gêneros e fui mudando naturalmente, buscando coisas que tinham a ver com a minha identidade. O importante é não ter preconceitos. 

ND - Li que você faz apenas cinco show por mês, e que isso é uma opção sua. Porquê?
Sandy – Ai meu Deus, o cachê dessa matéria estava errado, tá? [Falava em R$ 100 mil por show]. Eu não trabalho com cachê, é em parceria com  osprodutores locais, e normalmente é um rateio de bilheteria. Mas isso de menos shows é uma opção minha mesmo. É para conseguir ter o ritmo que gosto agora. Se fizer as contas, vou ficar com um final de semana livre, no máximo. Nos outros dias ainda dou entrevista, faço foto. Eu trabalho mais que gostaria e menos que deveria, mas é um ritmo que estabeleci. 
ND – Vejo que aos poucos você tem usado mais as redes sociais. Como é a sua relação com esse universo? 
Sandy - As pessoas me cobram muito isso, mas eu não tenho esse hábito mesmo. Eu esqueço um pouco do Instagram. O Twitter eu já usei bastante, e o Facebook eu te confesso que mal sei mexer, fica mais com a minha equipe. Mas tendo em vista que sou mãe, tenho outras prioridades. Tento sempre responder os posts que vejo de fãs, mas a questão deaprivacidade é importante para mim, porque cresci sendo muito exposta.
Serviço
O quê: Sandy
Quando: 16/7, 21h
Onde: Centro de Eventos da UFSC, rua Engenheiro Agronomo Andrey Cristian Ferreira, s/nº, Trindade, Florianópolis
Quanto: a partir de R$ 170. Clube ND tem 30% de desconto. 

No comments